domingo, 12 de junho de 2011

Doce de Abóbora

Outro dia estivemos no Rancho Arara Azul (www.ranchoararaazul.com.br) para comprar panela de barro. Saímos de lá com uma frigideira de ferro, uma panela de pedra e um caldeirão de cobre. O caldeirão compramos para fazer doces.
Hoje estreiei o caldeirão preparando um doce de abóbora.

O caldeirão foi aprovado e o resultado está na foto abaixo.

Restaurante Graça Mineira

Ontem estivemos no Graça Mineira (www.gracamineira.com.br) perto do metrô Santa Cruz.

O ambiente é muito agradável e o professor Rossi visita todas as mesas para acompanhar o serviço de seus funcionários e vez ou outra encontrar seus ex-alunos, que foi nosso caso. Fomos com um casal de amigos e o marido foi aluno do prof. Rossi.
Ele foi muito simpático e relembraram algumas passagens.
Pedimos uma porção de torresmo (minha perdição) e como prato principal o Mexida Mineira (mexido de carne-de-sol desfiada, feijão, arroz, couve, ovo; acompanha tutu, banana e torresmo). Mais torresmo.
Este mexido tem um sabor delicado e na medida perfeita de sal. Delícia.
De sobremesa pedimos Ambrosia, Doce de Abóbora e Sorvete (Vulcano).
A Ambrosia e o Sorvete nos deixaram maravilhados mas o Doce de Abóbora tinha gosto de cravo. O cravo é ingrato, pois se abusamos dele ele apaga todos os outros gostos.

Não saberia dizer se os pratos tem a receita original mineira, mas com certeza irei voltar.

sábado, 5 de fevereiro de 2011

Frisante Luna Rossa

Na minha última visita ao supermercado resolvi levar um frisante e na pressa fui pelo nome, sem olhar a procedência.
No rótulo está escrito: Luna Rossa Amabille Vinho branco Frisante Suave. O vinho é nacional da Vinícula Piagentini.
Não tenho nada contra os vinhos nacionais e os vinhos brancos nacionais são de ótima qualidade. O que não dá pra aceitar é colocar açúcar de cana para ficar suave.
Já tomei muito vinho com açúcar, mas depois que descobrimos os malefícios desta prática, não queremos mais isto para nós, não é mesmo?
Portanto, não comprem vinho sem ler todo o rótulo e cuidado com o nome para não ser enganado.

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Massa para Macarrão e Salsa Pomodoro

Quero colocar aqui uma receita básica de massa e salsa pomodoro. Aprendi no curso de Capacitação Chef na Escola Nicolau Rosa (www.nicolaurosa.com.br).

MASSA BÁSICA

INGREDIENTES PARA A MASSA:
- 300 grs. de farinha de trigo especial
- 03 ovos
- 01 colher de sopa de óleo de canola
- 01 colher de chá de sal

PREPARO DA MASSA NA BATEDEIRA:
- misture o sal na farinha e coloque todos os ingredientes em uma batedeira. Com o gancho bata até obter uma massa homogênea e firme
- retire a massa da batedeira e sove um pouco com a mão até obter uma massa homogênea, firme e elástica.

PREPARO DA MASSA COM AS MÃOS:
- misture o sal na farinha, em uma superfície lisa e fria faça um monte com a farinha
- abra um buraco no meio formando um vulcão
- coloque os ovos no centro e o óleo 
- aos poucos vá misturando com as pontas dos dedos ou uma pazinha tomando cuidado para os ovos não vazarem, quando formar uma massa firme mexa vigorosamente, se a massa estiver pegajosa adicione mais farinha. Cuidado para não acrescentar muita farainha, para a massa não ficar muito pesada.
- sove a massa até obter uma massa homogênea, firme e elástica.

OBS:. As massas de macarrão devem ser bastante sovadas para que se forme glutens e consequentemente a massa adquira elasticidade.

INGREDIENTES PARA SALSA POMODORO:
- 1/2 Kg de tomate bem maduro (Débora ou Italiano) sem casca e sementes
- 1/2 cebola picada- 02 dentes de alho amassados
- 03 colheres de sopa de óleo de canola
- 01 ramo de manjericão
- sal Q.B.
- água quente Q.B

PREPARO DA SALSA POMODORO:
- em uma frigideira aqueça o óleo de canola, refogue as cebolas e depois o alho, coloque o tomate, deixe refogar bem, se for necessário adicione um pouco de água aquecida, deixe cozinhar tampado em fogo médio até os tomates ficarem macios mas não desmancharem, no final abra a panela e deixe reduzir um pouco, coloque as folhas de manjericão, corrija o sal e sirva sobre a massa cozida.

sábado, 29 de janeiro de 2011

Churrascaria

Hoje tive vontade de comer carne. Fomos à churascaria Novilho de Prata na Ricardo Jafet (http://www.churrascarianovilhodeprata.com.br/site/#/ipiranga/home/).
Há algum tempo não consumo carnes diariamente, mas no fim de semana até abuso um pouco. E hoje foi um destes dias.
A carne é bem temperada e o o carré de cordeiro estava no ponto.
O que mais me impressionou foi a costela. Macia a ponto de desmanchar na boca.
Um diferencial é que eles oferecem pratos de verduras que eles montam, além da tradicional mesa de buffet.
E na mesa do buffet, miolo de alcachofra. Algo difícil de encontrar.
tudo estava perfeito, inclusive a sobremesa: creme de paapai com licor de cassis (este ficou a desejar) e morango com chantilly.
Depois só restou deitar e descansar a pança que estava cheinha.
Amanhã não tem nem almoço.
Ah, eles respeitam o sinal vermelho e verde que fica em cima da mesa.
Abraço a todos.

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Lanchonete "A Chapa"

Continuando minha peregrinação pelos restaurantes, esta noite fomos lanchar n´A Chapa (http://www.achapa.com.br).
Pedi um Garden Chicken Filet (Filé de Peito de Frango, coberto por mussarela derretida, folhas de rúcula, radicchio, alfaces lisa, roxa e friseé).



Um lanche simples.
Senti apenas a falta de um azeite para temperar mais a salada pois meu tempero preferido de folhas é azeite e sal.
A lanchonete já é conhecida e tem várias filiais. Fomos na da Alameda Santos.
Não é a melhor lanchonete que já fui mas está na lista das 10 mais.
O atendimento é dentro de um padrão razoável, nada de extraordinário. Não consegui conexão no WiFi pois a senha que passaram estava errada. Como eu já tinha conexão com a internet, não insisti. Afinal se eles divulgam o acesso deveriam saber a ssenha na ponta da lingua.
Se precisar do WiFi é só insistir, pois da outra vez que fui conectei sem problemas. Acho que tive azar com o atendente de hoje.
Vale conhecer.
Só não vá na filial da Rua Heitor Peixoto, pois quando fui a carne estava crua. Horrível.


Garden Chicken Filet

Filé de Peito de Frango, coberto por mussarela derretida, folhas de rúcula, radicchio, alfaces lisa, roxa e friseé.

Garden Chicken Filet

Filé de Peito de Frango, coberto por mussarela derretida, folhas de rúcula, radicchio, alfaces lisa, roxa e friseé.

domingo, 23 de janeiro de 2011

Massas

Hoje fui conhecer o restaurante Nico Pasta & Basta (http://www.nicopastabasta.com.br/).
Ambiente agradável.
Pedi uma massa: Tagliarini com Ragú de Calabresa Curada e Manjericão e Erva Doce.
Surpresa ao receber o prato. O talharim estava fino e redondo. Para mim parecia um espagueti.
Pensei em perguntar o chef se estava certo aquele prato mas me contive e fui fazer uma pesquisa.
Encontrei no site da ABIMA (Associação Brasileira das Indústrias de Massas Alimentícias) as definições dos formatos de massas (http://www.abima.com.br/eam_formatos.html).
E como eu pensava o espaguete é redondo de diversos diâmetros e o talharim é achatado e mais largo.
Entrei no site do restaurante e deixei minha impressão sobre isto pois penso que quem quer se estabelecer e coloca no nome do restaurante uma expressão italiana, deveria respeitar a tradição e utilizar os nomes corretos.
Quanto ao sabor e textura da massa estavam bons, embora o sabor da erva doce tenha se perdido com o sabor marcante da calabresa.
Vamos esperar a resposta.